O geoprocessamento a favor das águas subterrâneas

O geoprocessamento a favor das águas subterrâneas

Publicado em:

Seja para seu próprio consumo ou para atividades agrícolas e industriais, a sociedade necessita de volumes cada vez maiores de água doce. As águas subterrâneas constituem o maior reservatório desse recurso hídrico e assumem um papel estratégico e relevante quanto às necessidades antrópicas e na sustentabilidade do planeta.

A contaminação dos mananciais superficiais e subterrâneos consiste em um problema ambiental de extrema importância. Dessa forma, é essencial uma gestão que tenha como suporte a responsabilidade do conhecimento desse recurso, de suas dimensões, aproveitamento e proteção. Seguindo nessa linha, podemos citar o Geoprocessamento como um aliado importante dessa gestão.

Você sabe o que é geoprocessamento e como essa ferramenta pode auxiliar na gestão das águas subterrâneas?

Leia esse texto até o final e saiba mais sobre esse tema! E lembre-se a Hidroplan tem uma equipe altamente qualificada para te ajudar a resolver problemas relacionados ao tema!

O que é geoprocessamento?

geoprocessamento 2 hidroplan

https://pesquisa.unemat.br/gaaf/noticia/29/vagas-para-consultoria-em-geoprocessamento

O geoprocessamento é um conjunto de ferramentas e operações por meio de SIG (Sistema de Informação Geográfica), usado para manipular dados. Representa qualquer tipo de processamento de dados georreferenciados, muitas vezes com suporte de técnicas de Sensoriamento Remoto, tais como imagens aéreas e de satélite.

Surgiu na metade do século XX e suas aplicações no levantamento de recursos naturais e monitoramento ambiental têm sido cada vez mais utilizados. No Brasil, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) tem como um de seus objetivos, desenvolver pesquisas na área de geoprocessamento e o descreve como um conjunto de tecnologias voltadas a coleta e tratamento de informações espaciais para um objetivo específico, sendo essas atividades, executadas por sistemas específicos mais comumente chamados SIG (INPE, 2006).

As operações comuns de geoprocessamento são sobreposição de recursos geográficos, seleção e análise de recursos, processamento de topologia e conversão de dados. O geoprocessamento permite definir, gerenciar e analisar informações geográficas usadas para tomar decisões.

O objetivo fundamental do geoprocessamento é fornecer ferramentas e uma estrutura para realizar análises e gerenciar dados geográficos.

Águas subterrâneas e geoprocessamento, qual a relação? 

A explotação, esgotamento e deterioração da qualidade das águas subterrâneas, a sua sustentabilidade e gestão, bem como o uso conjunto de águas subterrâneas e superficiais, constituem questões críticas em todo o mundo e precisam ser cuidadosamente abordadas.

Para gerenciar todas essas questões, estão disponíveis bancos de dados espaciais para a descrição das características dos corpos hídricos subterrâneos, incluindo informações geológicas de superfície e subsuperfície e hidrodinâmica de aquíferos.

Também há extensas redes de monitoramento que estão em operação em muitas áreas do mundo.  Além disso, com o objetivo de melhorar a gestão das captações de águas subterrâneas, há cada vez mais bases de dados espaciais onde são armazenadas as características de poços e a vazão.

A integração de técnicas e ferramentas de análise de dados em um Sistema de Informações Geográficas (GIS) e geoprocessamento fornece uma contribuição valiosa para o gerenciamento de águas superficiais e subterrâneas.

Como muitas variáveis ​​hidrológicas estão sendo monitoradas e dados de observação de satélite e terrestre são coletados, há a oportunidade de aproveitar essa grande massa de dados e informações para desenvolver planos de gestão de águas subterrâneas eficientes.

Principais aplicações do geoprocessamento a águas subterrâneas
  • Mapas de águas subterrâneas
  • Modelos numéricos georreferenciados de águas subterrâneas
  • Gestão de contaminação e rastreamento de contaminantes
  • Mapas de vulnerabilidade para águas subterrâneas e de grau de confinamento hidráulico
  • Processos de avaliação ambiental e gestão dos recursos hídricos

Cabe aos órgãos estaduais competentes fiscalizar a pesquisa e o aproveitamento dos recursos hídricos subterrâneos e adotar medidas contra a contaminação dos aquíferos.

Se a gestão integrada dos recursos hídricos for adotada de forma concreta, pode-se evitar problemas hoje existentes com relação às águas subterrâneas,  tais como:

  • Explotação excessiva das águas subterrâneas
  • Contaminação de aquíferos
  • Interferência nos cursos d’água
  • Rebaixamento excessivo
  • Diminuição de escoamento de base dos rios
  • Subsidências e colapsos
Conheça o Sistema de Informações de Águas Subterrâneas – SIAGAS

O Serviço Geológico do Brasil - CPRM, visando difundir o conhecimento geocientífico, é responsável pelo Sistema de Informações de Águas Subterrâneas – SIAGAS.

Segundo a CPRM, o SIAGAS, por meio de sua ferramenta de disponibilização e interpretação de dados, permite a elaboração/visualização de diversos mapas que auxiliam na gestão dos recursos hídricos subterrâneos, uma vez que essa atribuição e responsabilidade, no Brasil, pertence aos órgãos estaduais (secretarias e/ou institutos de meio ambiente).

Alguns objetivos específicos do SIAGAS são:
  • Cadastramento, consistência e a alimentação da base de dados central dos poços
  • Promover a alimentação sistemática da base central de dados, mediante um processo contínuo de fluxo de dados
  • Promover ações internas e externas visando consolidar o SIAGAS como o sistema de informações de referência de águas subterrâneas, seja na pesquisa, no estudo e na produção de mapas hidrogeológicos, em ambiente SIG 
  • Desenvolver, a partir da base de dados regional do SIAGAS, mapas de águas subterrâneas regionais e formas de apoio técnico aos órgãos gestores estaduais, no âmbito dos instrumentos de gestão de recursos hídricos subterrâneos.
  • Direcionar a coleta de informações para o enriquecimento da base de dados, principalmente relativos aos perfis litológico e construtivo e dados hidrodinâmicos e hidroquímicos.
  • Fortalecer os instrumentos de cooperação técnica com os órgãos gestores e intervenientes em recursos hídricos.

Uma  plataforma de SIG para uso em águas subterrâneas é o FREEWAT, dentro do ambiente QGIS (http://www.freewat.eu/).

A conservação e o consumo sustentável da água são fundamentais em todos os segmentos e setores industriais. Aplicando soluções tecnológicas eficientes e sustentáveis, fornecemos aos nossos clientes soluções otimizadas sob medida para suas necessidades.

Dentro dos nossos serviços de geoprocessamento, oferecemos o desenvolvimento e gerenciamento de bancos de dados geográficos e ambientais.

Conte com o time da HIDROPLAN e entre em contato para mais informações.

Referências

A HIDROPLAN, pioneira no país em hidrogeologia de contaminação e meio ambiente subterrâneo, realiza serviços de consultoria, assessoria e gerenciamento de projetos ambientais, focados em soluções ambientalmente sustentáveis e economicamente viáveis, pautados na excelência técnica, ética profissional e inovação tecnológica.

Acompanhe nossas redes sociais

(11) 4612.0480 / (11) 996615747

© 2022 Hidroplan. Todos os direitos reservados.
Versão Web 1.3.