Água de reúso como alternativa para abastecimento urbano

Água de reúso como alternativa para abastecimento urbano

Publicado em:

Você já ouviu falar sobre água de reúso? Sabe como ela pode ser utilizada e qual sua importância?

A água de reúso é a água resultante de processos de reutilização de água, sendo também conhecidos como reciclagem de água ou recuperação de água, onde se recupera e trata a água de diversas fontes para ser reutilizada com fins benéficos. Antes de retornar ao ciclo natural da água, a água de reúso é utilizada mais de uma vez.  

Esse tipo de recurso hídrico pode ser utilizado como uma importante alternativa para o abastecimento urbano. Leia este conteúdo até o final para saber mais sobre este tema!

Utilização da água de reúso nas sociedades

O reuso da água nas sociedades é uma prática historicamente importante. Desde a Grécia antiga havia a utilização da água de reúso para fins de irrigação. 

Com a crescente demanda por recursos hídricos com a sociedade contemporânea, em contínuo crescimento, juntamente com a crise hídrica-climática-ambiental dos dias atuais, o reúso da água tem sido cada vez mais relevante. O crescimento populacional e mudanças climáticas trazem consequentes mudanças no uso e ocupação do solo, que têm exacerbado os desafios do abastecimento de água pelo mundo.

Países como Estados Unidos, Austrália, Chipre, Israel, Japão, México entre outros utilizam amplamente os processos de reuso de água para abastecimento de sua população.

Grandes volumes de água potável podem ser poupados pelo reúso quando se utiliza água de qualidade inferior (geralmente efluentes pós-tratados) para atendimento das finalidades que podem prescindir desse recurso dentro dos padrões de potabilidade.

Efluentes de estações de tratamento de esgotos vêm sendo considerados como uma fonte alternativa de água, em vez de algo que pode ser descartado. Neste contexto, o reúso da água tem se tornado cada vez mais importante em áreas com baixa disponibilidade de água potável e os grandes centros urbanos.

Água de reúso potável x não potável

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) adota a classificação dos “Cadernos de Engenharia Sanitária e Ambiental” de 1992 , onde a água de reúso pode ser dividida em duas categorias: potável e não potável, podendo ainda serem classificadas como de uso direto ou indireto.

Reúso potável direto: se dá quando as águas residuárias recuperadas, por meio de tratamento avançado, são diretamente reutilizadas no sistema de água potável. Devido à dificuldade de caracterização detalhada das águas residuárias, esse tipo de reúso não tem sido recomendado, apesar de apresentar exemplos de aplicação prática bem-sucedidos.

Reúso potável indireto: se dá quando as águas residuárias, após tratamento específico, são inseridas nas águas superficiais ou subterrâneas para diluição, purificação natural e subsequentemente captação, tratamento e finalmente utilizadas como água potável.

Reúso não potável: O reúso não potável ocorre quando as águas residuárias, após tratamento, são utilizadas para fins que não necessitam de água com alta potabilidade, podendo assim economizar a água potável para consumo humano. O reúso não potável pode ser aplicado em diversas atividades, tais como na agricultura e nas cidades.

Aplicações da água de reúso não potável no abastecimento urbano

https://ferdinandodesousa.files.wordpress.com/2016/09/c3a1gua-de-rec3baso.jpg?w=730

Grandes centros urbanos são altamente vulneráveis à escassez hídrica, devendo ter uma gestão adequada dos recursos. A utilização de água de reúso para fins que não necessitam de água potável, pode contribuir significativamente para o meio ambiente. 

Uso restrito x uso irrestrito da água de reúso

A água de reúso aplicada para atividades agrícolas e urbanas pode ser classificada como uso restrito ou irrestrito, segundo a Agência Americana de Proteção Ambiental (United States Environmental Protection Agency – USEPA). Essa classificação é baseada no grau de restrição de acesso ao público a áreas, técnicas de aplicação dos esgotos ou de plantas irrigadas (controle da exposição humana), e consequentemente, as exigências de tratamento e o padrão de qualidade de efluentes.

  • Uso irrestrito: caracteriza-se pela prática do reúso não potável de água em instalações municipais onde o acesso ao público é irrestrito, como parques públicos, playgrounds, jardins de escolas e residências, descargas sanitárias, ar condicionado, reserva de proteção à incêndios, limpeza de ruas e pavimentos, usos na construção civil e fontes ornamentais. 
  • Uso restrito: representa o reúso não potável de água em instalações municipais onde o acesso ao público é controlado ou restrito por barreiras físicas ou institucionais, como irrigação (parques, canteiros de rodovias, etc.), usos ornamentais e paisagísticos, abatimento de poeira em estradas vicinais e usos na construção e combate à incêndios.

Exemplos de reúso não potável no abastecimento urbano:

  • Irrigação de campos de esporte, parques jardins, cemitérios, canteiros de rodovias, etc;
  • Usos ornamentais e paisagísticos;
  • Descarga de toaletes;
  • Combate a incêndios;
  • Lavagem de veículos;
  • Limpeza de ruas;
  • Desobstrução de redes de esgoto e de drenagem pluvial;
  • Usos na construção, como a compactação do solo e o abatimento de poeira.

Apesar da água de reúso não potável poder ser utilizada para uma série de atividades do meio urbano, existem parâmetros a serem seguidos para cada tipo de uso, com base na qualidade da água. 

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) através NBR 13969/1997 classifica as águas de reúso segundo seus usos preponderantes e estabelece alguns critérios de qualidade da água para reúso de acordo com seus usos pretendidos:

fhsofjpwhgOG.png

Classificação das águas de reúso e seus usos preponderantes segundo a NBR13969/1997. Fonte: ABNT NBR 13969 (1997).

O tratamento de efluentes de estações municipais apresenta resultados com qualidade e segurança, e dessa forma, as águas de reúso deveriam receber maior atenção como um recurso hídrico capaz de atender às demandas de água para fins não potáveis nos grandes centros urbanos, devido a alta probabilidade de escassez hídrica.

O seu empreendimento já utiliza água de reúso ?

A Hidroplan possui uma equipe altamente capacitada para te ajudar! Entre em contato conosco para soluções relacionadas a ESG, Recursos Hídricos e Sustentabilidade. 

Referências:

https://cetesb.sp.gov.br/aguas-interiores/informacoes-basicas/tpos-de-agua/reúso-de-agua/

https://www2.ufjf.br/engsanitariaeambiental//files/2014/02/TFC-AMANDA-REZENDE-FINAL.pdf

https://www.scielo.br/j/esa/a/7888VSVHBqZK7Bnz85X5Z8x/?lang=pt

A HIDROPLAN, pioneira no país em hidrogeologia de contaminação e meio ambiente subterrâneo, realiza serviços de consultoria, assessoria e gerenciamento de projetos ambientais, focados em soluções ambientalmente sustentáveis e economicamente viáveis, pautados na excelência técnica, ética profissional e inovação tecnológica.

Acompanhe nossas redes sociais

(11) 4612.0480 / (11) 996615747

© 2022 Hidroplan. Todos os direitos reservados.
Versão Web 1.3.